O JOGO
A REALIDADE
COMO AJUDAR
PROFESSORES

Em 1974, durante a Conferência Mundial sobre Alimentação, as Nações Unidas estabeleceram que “todo homem, mulher, criança, tem o direito inalienável de ser livre da fome e da desnutrição...”. Atualmente este é um problema complexo de encarar. A fome tem um lastimável poder de matar, em média, uma criança a cada 5 segundos. Entretanto, esta calamidade está em processo de mudança juntamente com o PAM (Programa Alimentar Mundial), cuja ajuda decresceu o número de famintos no Brasil - no período de 1990-1992 a quantidade era de 18,5 milhões, de 1995-1997 eram 16,5 milhões de famintos e no período de 2000-2002 o número foi reduzido para 15,6 milhões. Sabe-se ainda que este valor é altíssimo, mas para este flagelo ser alterado é necessário uma conscientização mundial.

Para as crianças, a ajuda é de suma importância, tornando-se indispensável, pois criança má alimentada tem dificuldade para desenvolver o potencial intelectual. A fome faz com que o cérebro não consiga progredir na sua totalidade, afetando as capacidades cognitivas, motoras e sócio-emocionais, deste modo as crianças afetadas terão dificuldades na escola, conseqüentemente, um trabalho precário com baixo rendimento, possivelmente não terão condições de criar bem seus filhos, contribuindo, desta forma, para a transmissão da pobreza entre gerações.

Entre as gestantes, a atenção deve ser dobrada, pois mães bem nutridas terão fetos bem desenvolvidos e um aleitamento mais saudável, e como conseqüência, saúde e nutrição às crianças.

Nos HIV positivo, a desnutrição acelera o desenvolvimento da AIDS e debilita as defesas contra infecções.

O PAM, para continuar desenvolvendo este projeto humanitário necessita da sua ajuda! A doação pode ser feita de três maneiras, utilizando cartão de crédito, por meio de cheque em qualquer moeda corrente ou transferência bancária em dólar ou euro.

As doações destinadas ao PAM são remetidas para lugares onde há uma maior necessidade e onde o programa esteja atuando com mais intensidade, como por exemplo, na África, Nepal, e Angola. Na América Latina o direcionamento das doações está no Haiti (país mais pobre das Américas) e Guatemala.

As ajudas são provenientes de: países da União Européia, Estados Unidos, Canadá, Japão, Brasil, etc.; entidades como Banco Mundial, Fundação Prem Rawat e Organização Not On Our Watch; pessoas físicas como Drew Barrymore, Kaká, jogadores do time de basquete Chicago Bulls e Ronaldinho; e parceiros cuja ajuda é feita efetivamente na ação de minimizar a fome, estes parceiros são outras organizações da ONU (ACNUR, UNICEF, FAO, PNUD, OMS, ONUSIDA, etc.), HAI (Health Alliance International), CICV (Comitê Internacional da Cruz Vermelha) e ONG´S (reconhecidas pelas autoridades nacionais). Qualquer doação é válida na luta contra a fome!

 

 

 

© United Nations World Food Programme - all rights reserve